Cidades

 Enviar matéria por e-mail

PM no Gama tem novo comandante

Tamanho da Fonte     LUDMILA MENDONÇA
redação@grupocomunidade.com.br
 Redação Jornal da Comunidade

[legenda=Coronel Paulo Roberto][credito=Foto: Gilda Diniz]O coronel Paulo Roberto, 52 anos, assumiu, às 15 horas desta sexta-feira (28), o 9º Batalhão de Polícia Militar do Gama. A solenidade para troca de comando contou com a presença dos comandantes dos batalhões do DF, empresários, políticos, entre outras autoridades. Os moradores se dizem satisfeitos com o antigo comando e esperam que o novo coronel mantenha a tranquilidade na cidade.


O antigo comandante do 9º BPM, tenente coronel Alberto Silva, deixa a cidade e assume o 25º BPM do Núcleo Bandeirante. Ele acredita que o coronel Paulo Roberto realizará um trabalho satisfatório no Gama. “Eu passo para ele uma cidade muito tranquila, com baixos índices de criminalidade. Agora o trabalho que tem de ser feito é de aperfeiçoamento”, afirma.


Paulo Roberto diz que a expectativa é grande para o comando do batalhão e diz ser necessária uma reeducação de todos os profissionais. “Administrar é uma tarefa muito importante. Agora tenho que conhecer meus novos companheiros de trabalho e ver quais medidas mais urgentes devem ser tomadas”, fala.


Na opinião do comandante, ser sensível, saber identificar um crime quando a população necessita, ser ético e ter pulso firme, sem usar de brutalidade, são os principais requisitos para um policial executar uma segurança preventiva e interagir com a sociedade. Com base nesses princípios, ele garante que vai buscar a tranquilidade para a comunidade do Gama.


O diretor da Associação de Moradores do Gama, Edmar Veras, se diz satisfeito com a atuação do antigo comando da PM na cidade. “Parabenizamos o coronel Paulo Roberto e esperamos que a tranquilidade e segurança sejam mantidas na cidade”, afirma. O também morador da cidade Ivan Júnio revela que foi uma surpresa para todos a mudança no comando do 9º BPM. “O trabalho da tropa local é muito satisfatório, são profissionais altamente competentes. Agora o trabalho do novo comando é de tentar manter a ordem”, declara.


O mais recente local onde Paulo Roberto atuou foi no 13º Batalhão de Sobradinho, onde obteve uma experiência positiva nos seus oito meses de comando, recentemente interrompido por ele ter sofrido um acidente no trabalho, que o obrigou a permanecer quatro meses de licença. “Eu fui mandar um homem parar o veículo, não vi que no local havia um bueiro e caí nele. Minha perna ficou muito machucada, passei por cirurgias e estou em fase de recuperação, mas mesmo assim vou assumir o novo comando”, comenta Paulo.


Perfil

O coronel Paulo Roberto é casado há 26 anos, tem quatro filhos e teve de aprender a dividir o tempo com a família e com a corporação. Carinhoso, o pai tem orgulho de falar da esposa e dos filhos que ensinou a serem bons cidadãos e lidar com os problemas do dia a dia das ruas. Ele ingressou na PMDF em maio 1988 e já foi sub-comandante de Batalhão Judiciário, sub-comandante da Academia, sub-comandante do Batalhão do Gama, comandante do 13º BPM de Sobradinho, chefe da Diretoria do Departamento de Justiça e Disciplina da PM e juiz do Conselho Permanente na Auditoria Militar, cuja função deu-lhe a oportunidade de conhecer os erros mais comuns dos agentes. “A função de um policial é muito nobre, pois ajuda a população em diversas formas. Para executá-la, há de ter muita maestria”, observa Paulo Roberto.


Classificação Atual       ( 1 ) Dê a sua classificação:      


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Grupo Comunidade

Home | Contato | Expediente | Anuncie | Receba nossas Publicações

Grupo Comunidade de Comunicação © 2008 | Política de Privacidade | Termos de uso