Educação

 Enviar matéria por e-mail

O sucesso nas mãos do funcionário

Sinônimo de produtividade e sucesso organizacional, funcionários são cada vez mais valorizados. Especialistas defendem que o bem-estar dos colaboradores reflete na imagem da instituição

Tamanho da Fonte     RAFAEL MOUAD
rbueno@grupocomunidade.com.br
 Redação Jornal da Comunidade

[credito=Fotos: Divulgação]

A lei pela sobrevivência dos mais fortes se faz cada vez mais presente no competitivo ambiente corporativo com estratégias para alcançar resultados e metas para satisfazer o cliente. No entanto, a obtenção do planejado produto final, empresas prestadoras de serviços e grandes corporações encontraram na implantação de programas internos voltados aos funcionários, ferramenta essencial para otimizar objetivos e fidelizar a força de trabalho.O lucro na produtividade e aproximação das relações interpessoais como investimento corporativo podem apresentar resultados ainda mais gratificantes com a participação do coach, profissional que atua junto ao cliente, em busca de metas que, somadas, levam o coachee (motivado) ao encontro  do objetivo estabelecido.


De acordo com o coach, Homero Reis, as organizações, como sistemas de produção, demandam pessoas adaptadas e adequadas ao sistema de produção. “Isso não acontece naturalmente, mas por intermédio de processos de investimento e reconhecimento. Quanto mais a empresa investe na qualificação e preparação das pessoas e equipes, mais retorno terão em termos de resultado”, diz .
Realizadas desde os anos 1980, as políticas de investimento nas organizações e pessoas desenvolveu o elemento humano como  fator de diferenciação  no ambiente corporativo. “As organizações vêm geramdo universidades corporativas, espaços corporativos cada vez mais intensos e valorizando os funcionários, após a redescoberta dos processos de diferenciação competitiva. Organizações que almejam o sucesso, investem em pessoas”, completa.   


Facilitador dos processos de aprendizagem, tanto individuais quanto corporativas, Homero Reis diz que o coach ainda atua como agente catalizador, habilitando as pessoas a assumirem compromissos maiores, a partir da instalação de novas habilidades, competências e atitudes. “São qualidades que fazem do coach, ferramenta de aprendizagem corporativa extemamente poderosa”, finaliza.

 

Investindo nos colaboradores

 

Programs de capacitação profissionalsão defendidos por Homero Reis, que fazem parte da Unique Family Fitness Club. Implantado há mais de um ano, a Universidade Unique apresenta de forma detalhada ao colaborador, o trabalho desenvolvido pela empresa. Iniciada com programas de ambientação entre funcionário e empresa, a iniciativa evolui para treinamentos técnicos de cada área. Segundo o gerente corporativo da Unique, Magno Santos Passos, existe ainda projetos de estágio, por meio das capacitações temporárias, com etapas a serem cumpridas para ocupar o cargo de professor da instituição. “Quanto melhor capacitados, os professores, por exemplo, possuem maior capacidade de conquistar novos trabalhos, aliados à profissão e melhor qualidade aos alunos. relata o gerente corporativo da Unique.


De olho na qualidade dos serviços prestados, o Grupo Unique Fitness lançou o “Unico - Destaque em Atendimento”. O programa é uma ação para incentivar, reconhecer e valorizar os colaboradores, que participarão de uma eleição interna. Os mais votados de cada uma das três unidades ganharão uma viagem com direito a acompanhante para Buenos Aires. A expectativa é gerar uma corrente de motivação para que todos os funcionários explorem o potencial e o talento de forma espontânea.
“Ações como estas foram pensadas para valorizar e incentivar boas práticas entre os nossos colaboradores. Primamos pela qualidade dos nossos serviços e dos nossos profissionais, além do respeito que temos por nossos alunos”, finaliza o diretor da rede Diogo Salim.


Com o nome figurando no ranking das dez melhores empresas para trabalhar no Brasil, de acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Great Place to Work, o Laboratório Sabin prioriza os aspectos que envolvem a vida do colaborador. Para a diretora Administrativa e de Pessoas do Sabin, Marly Vidal, o trabalhador é considerado embaixadores da marca. “Cuidamos das pessoas para que elas também cuidem do nosso negócio que é oferecer serviços de excelência em medicina laboratorial. Acreditamos no crescimento pessoal e profissional para que tenham condições de contribuir na realização da missão da empresa enquanto caminham em busca da autorrealização.


 Entre os benefícios que a empresa oferece, a academia no local de trabalho e a possibilidade de participar da Equipe de Esportes são ações que integram um amplo programa de estímulo a hábitos saudáveis. Marly Vidal acrescenta que o Sabin ainda oferece auxílios para os funcionários que financiarem o primeiro carro ou reformarem a casa, além do auxílio babá e auxílio enxoval para os colaboradores que tiveram filhos recentemente.


Os resultados dos trabalhos internos em busca de promover o bem-estar e reconhecimento dos responsáveis pelo sucesso organizacional também refletem em resultados na rede Spoleto.  Uma das iniciativas internas de estímulo foi a implantação, há dez anos, do campeonato de malabarismo, uma mistura de culinária e arte entre as mais de 300 lojas Spoleto espalhadas pelo país. Diretor da marca Spoleto, Henrique Pamplona conta que o malabarismo, realizado anualmente, incentiva e fideliza os funcionários de forma descontraída. “O campeonato  reforça o espírito de diversão pela mistura da culinária e arte. Foram mais de 70 inscrições realizadas neste ano na competição nacional, com as finais realizadas no Rio de Janeiro”, conclui.


Para as empresas que ainda não alcançaram resultados satisfatórios, o coach Flávio Rezende afirma que o facilitador no processo de aprendizagem organizacional empresta o olhar profissional ao cliente para enxergar diferentes formas de construção dos resultados. “As organizações cada vez mais utilizam o coaching para atingir resultados satisfatórios, ampliar o campo organizacional mapeando diferentes formas para atingir os objetivos a nível estratégico”, finaliza Rezende.


Classificação Atual       ( 0 ) Dê a sua classificação:      


É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Grupo Comunidade

Home | Contato | Expediente | Anuncie | Receba nossas Publicações

Grupo Comunidade de Comunicação © 2008 | Política de Privacidade | Termos de uso